América do Sul, Europa e África: entenda tudo sobre a Copa do Mundo de 2030

América do Sul, Europa e África: entenda tudo sobre a Copa do Mundo de 2030

Quer saber tudo sobre a Copa do Mundo de 2030? Descubra aqui mais sobre o evento histórico que celebra os 100 anos de competição.

FIFA define 6 países-sedes para Copa do Mundo de 2030

A sede da Copa do Mundo de 2030 está definida. Ou melhor, as sedes. Pela primeira vez na história, o evento será realizado em seis países, divididos três continentes. 

Os países-sede serão Espanha, Marrocos e Portugal, mas Argentina, Uruguai e Paraguai irão receber jogos inaugurais da edição que marca o centenário da primeira Copa do Mundo, realizada em 1930 em solo uruguaio. 

Confira abaixo tudo o que já sabemos sobre a edição histórica do torneio mais importante do futebol. 

Tudo Sobre a Copa do Mundo de 2030

Por que tantos países-sede foram escolhidos?

A FIFA, entidade máxima do futebol, possuía em mãos duas candidaturas principais para sediar a edição de 2030, ambas conjuntas: uma da América do Sul, dividida entre Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile, e uma da Europa/África, formada por Espanha, Portugal e Marrocos. 

Apesar do forte simbolismo que haveria em uma Copa do Mundo sediada no Uruguai exatamente um século depois da primeira edição, a candidatura europeia/africana despontava como favorita, uma vez que o Mundial de 2026 já será disputada na América do Norte e, por tradição, não há repetição de continente. 

Para contemplar as duas possibilidades, ou seja, a de homenagear o centenário da Copa, ao mesmo tempo em que o torneio será sediado em outro continente que não o americano, a FIFA decidiu por alocar os três jogos inaugurais nos países sul-americanos, enquanto o resto da competição acontecerá nas sedes afro-europeias. Portanto, a América do Sul irá receber um jogo da seleção uruguaia, um da argentina e mais um da paraguaia. Espanha, Marrocos e Portugal, por sua vez, receberão as 101 partidas restantes. 

E o Chile?

Inicialmente, a candidatura sul-americana envolvia Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile. Contudo, após pesar os prós e contras e decidir pelo arranjo que contemplava os três continentes, a FIFA definiu que cada candidatura conjunta só poderia contar com 3 países, e o Chile, o último a chegar ao bloco, acabou ficando de fora. 

Ao ser questionada pela federação chilena, a FIFA ainda listou outro motivo para manter os outros três em detrimento do país da La Roja: segundo a entidade, o Uruguai foi mantido por ser a sede da primeira edição, em 1930, a Argentina por ser a atual campeã do mundo, e o Paraguai por ser onde fica a sede da Conmebol. 

Formato

A Copa do Mundo de 2030, assim como a edição anterior, terá 48 seleções participantes, divididos em 12 grupos de 4 times. Os dois melhores de cada grupo, mais os oito melhores terceiros colocados, avançam para a fase seguinte. 

Tudo sobre a Copa do Mundo de 2030: Possíveis Cidades-sedes

A América do Sul terá apenas três cidades-sede, que devem ser Montevidéu (Uruguai), Buenos Aires (Argentina) e Assunção (Paraguai). Já a expectativa é de que Espanha, Marrocos e Portugal tenham entre 11 a 15 sedes. Durante a apresentação do projeto à FIFA, cada país apresentou algumas localidades que podem servir para abrigar o evento. 

Espanha

As cidades sugeridas pela Espanha foram:

  • Madri
  • Barcelona
  • Bilbao
  • Gijón
  • La Coruña
  • Las Palmas
  • Málaga
  • Valencia
  • Sevilla
  • Zaragoza
  • Vigo
  • San Sebastián/Donostia
  • Murcia

Marrocos

Marrocos sugeriu as seguintes cidades para sediarem o evento:

  • Casablanca
  • Marrakech
  • Agadir
  • Fez
  • Tânger
  • Rabat

Portugal

Portugal, diferentemente dos outros países, sugeriu duas cidades. Por sua importância, ambas deverão ser escolhidas. 

  • Lisboa
  • Porto

Datas

A FIFA divulgou uma ideia inicial de datas para a Copa do Mundo. Embora esses dias ainda não sejam oficiais e estejam sujeitos a alterações, as datas sugeridas já dão uma boa ideia do planejamento que a entidade pretende seguir. 

Segundo o plano, os times que jogarem a primeira rodada na América do Sul terão quase duas semanas para realizarem o segundo jogo do outro lado do Atlântico, considerando também o tempo de deslocamento entre os continentes.

Confira um planejamento inicial traçado pela FIFA:

  • 8 e 9 de junho (sábado e domingo): jogos em Montevidéu, Buenos Aires e Assunção. Seis times disputarão jogos nessas datas, entre os quais Uruguai, Argentina e Paraguai já estão confirmados. 
  • 13 ou 14 junho (quinta ou sexta): cerimônia de abertura, com jogos inaugurais em cada uma das sedes. Mais 6 times em ação, entre os quais Marrocos, Portugal e Espanha também já estão confirmados. 
  • 15 e 16 de junho (sábado e domingo): início da primeira rodada para as demais seleções. 
  • 21 e 22 junho (sexta e sábado): segunda rodada para os times dos grupos de Uruguai, Paraguai e Argentina. Neste dia, 12 times entrarão em campo em 6 jogos. 
  • 21 de julho (domingo): final da Copa. A sede ainda não está definida, mas acredita-se que o jogo muito provavelmente acontecerá em Madri, na Espanha

Abertura da Copa

Ao contrário do esperado, a abertura não será no Uruguai. A FIFA decidiu por manter a cerimônia em algum dos países-sede da candidatura afro-europeia. Ainda não está definido em qual dos três países (Espanha, Marrocos e Portugal) a festa acontecerá. 

Quer ler mais sobre esportes?

Se você gostou de saber tudo sobre a Copa do Mundo de 2030 e se interessa por textos sobre esportes, então chegou ao lugar certo! 

O blog do Joga Junto tem uma editoria completa sobre o mundo esportivo, com textos informativos, curiosidades e matérias completas sobre as mais diversas modalidades.

Quer ler mais sobre os seus esportes favoritos? Então acesse a nossa editoria agora e aproveite!