Seleção Brasileira empata com a Jamaica e se despede da Copa na fase de grupos 

Time de Pia Sundhage não fura bloqueio jamaicano e dá adeus à Copa.

A Seleção Brasileira está fora da Copa do Mundo Feminina. Apesar de entrar em campo precisando de uma vitória, a equipe brasileira não conseguiu se impor e ficou apenas no empate com a Jamaica.  

Com o resultado, o time comandado por Pia Sundhage terminou a competição no terceiro lugar do Grupo F, atrás da própria Jamaica (2º) e da França (1º).  

Resumo do Jogo 

O Brasil entrou em campo pressionado após a derrota para a França. Mesmo dominando a posse de bola e precisando de um bom resultado, a Seleção teve dificuldades para superar o nervosismo. A Seleção da Jamaica, é claro, não facilitou. Com uma marcação encaixada e intensidade durante toda a partida, o time da América Central deu pouco espaço e as oportunidades surgiram a conta-gotas.  

Após um primeiro tempo duro, a Seleção precisava voltar de forma mais contundente para a segunda parte da partida. Ainda assim, não foi o que aconteceu. Ary Borges, autora de três gols na partida inaugural, deu lugar à Bia Zaneratto, mas a mudança surtiu pouco efeito. A Seleção Brasileira seguiu com ainda mais dificuldades para chegar ao gol adversário.  

No final da partida, já nos acréscimos, o Brasil teve escanteio e alçou a bola na área jamaicana. Após bate e rebate, a bola sobrou para Debinha cabecear, porém sem força, direto nas mãos da goleira. Foi o suficiente para a juíza assoprar o apito final.  

Marta se despede sem conquistar a Copa

Com o resultado, a Rainha Marta se despede definitivamente das Copas sem conquistar nenhum título.  

Aos 37 anos e disputando a sua última Copa do Mundo, Marta encerra o seu ciclo em mundiais como maior artilheira e vice-campeã em 2007.  

Na entrevista dada a jornalistas ao final da partida, a Rainha desabafou e fez forte discurso, exaltando o futebol feminino do Brasil e pedindo mais incentivos.  

“Difícil falar nesse momento.”, começou Marta. “Nem nos meus piores pesadelos essa era a Copa (esperada). É só o começo. O povo brasileiro pedia renovação, está tendo. Única velha aqui sou eu. A maioria são meninas de talento e caminho enorme pela frente. Termino aqui, mas elas continuam”. 

“Vocês pediram renovação, está tendo”, continuou. “Quero que as pessoas tenham o mesmo entusiasmo quando começou a Copa. Continuem apoiando, porque as coisas não acontecem de um dia para o outro. Tinham seleções que vinham, tomavam de sete, oito, 10 e estão competindo com gigantes”. 

“Futebol feminino mostra que dá lucro. Marta acaba por aqui, mas muito contente com tudo isso que vem acontecendo no futebol feminino no Brasil e no mundo. Para elas é só o começo, para mim é o fim da linha agora”, finalizou a Rainha. 

Aprende Junto    

É hora de conhecer o Aprende Junto, a plataforma de ensino exclusiva do Joga Junto, que vai te ensinar a apostar de maneira mais estratégica.    

Quer saber mais? Acesse!    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *