Por que Telê Santana ainda é considerado um dos maiores técnicos do Brasil? 

O técnico uniu resultado e plasticidade, deixando um legado único para o futebol brasileiro.

Telê Santana é uma figura inesquecível no mundo do futebol brasileiro e sua marca como técnico permanece viva até os dias de hoje. Conhecido por sua abordagem ofensiva e foco no “futebol arte“, Telê deixou um legado impressionante, sendo reverenciado como um dos maiores técnicos do Brasil. Neste artigo, exploraremos os principais aspectos que contribuíram para sua grandeza e como sua influência perdura na atualidade. 

Primeiros passos: o primeiro grande título de Telê 

Mineiro de Itabirito, Telê Santana encerrou a sua trajetória como jogador em 1963 e, seis anos depois, em 1969, iniciou sua carreira como treinador.  

Apenas dois anos depois, em 1971, o técnico já conseguia o seu primeiro resultado expressivo ao conduzir o Atlético Mineiro ao seu primeiro título do Campeonato Brasileiro. Essa conquista foi um marco em sua carreira e o projetou para voos ainda mais altos. 

Chegada de Telê à Seleção Brasileira 

Em 1980, consolidado como um dos grandes nomes do futebol nacional, Telê Santana assumiu o comando da Seleção Brasileira. Sua gestão incluiu momentos marcantes, como a vitória por 4×1 sobre a Alemanha na semifinal do Mundialito de 1981, no Uruguai, mostrando sua capacidade de liderar uma equipe talentosa. 

Apesar de não ter conquistado o título do Mundialito, perdido para os donos da casa na final, Telê levou o Brasil a uma classificação tranquila para a Copa do Mundo de 1982, realizada na Espanha. Antes do torneio, a equipe fez uma excursão pela Europa, onde obteve vitórias convincentes contra seleções renomadas, como Inglaterra, França e Alemanha, aumentando ainda mais as expectativas em torno da seleção brasileira. 

A derrota da Seleção de 82: Favoritismo e frustração 

A Copa do Mundo de 1982 é frequentemente lembrada como a mais dolorosa para os brasileiros. O time de Telê Santana, repleto de talentos como Zico, Sócrates, Falcão e Éder, exibiu um futebol deslumbrante, com inversões de posições e toques rápidos que encantaram o mundo

Infelizmente, a caminhada do Brasil foi interrompida na terceira rodada da segunda fase, com uma derrota por 3×2 para a Itália, em uma das grandes partidas da história das Copas. Essa eliminação causou grande comoção e deixou uma sensação de que uma das melhores seleções de todos os tempos não pôde alcançar o título mais importante do futebol.  

Ainda assim, o futebol praticado pelo time de Telê era tão encantador e envolvente que, mesmo com a derrota, ele passou para a história e virou uma das referências máximas para as gerações futuras de atletas canarinhos. 

A conquista da América e do Mundo: o São Paulo de Telê 

Outro fator que contribui para a importância de Telê Santana para o Brasil é a sua longevidade. Foram poucos os técnicos que permaneceram relevantes por tantas décadas diferentes.  

Após a derrota com a Seleção na década de 80, o treinador ainda viveria um outro momento extremamente marcante na década seguinte, com o São Paulo.  

Telê chegou em 1990 no tricolor paulista, levando o time a diversas conquistas relevantes, como duas Libertadores da América e dois Mundiais de Clubes. O mineiro, aliás, é historicamente creditado como um dos principais responsáveis pela mudança de mentalidade dos clubes brasileiros em relação à Libertadores, já que o seu São Paulo foi um dos primeiros clubes nacionais a valorizar o torneio. 

Além dos títulos internacionais, Telê também comandou o tricolor nas conquistas do Brasileirão de 1991 e dos Campeonatos Paulistas de 1991 e 1992, títulos que fizeram dele um dos maiores ídolos da história do clube. 

Estilo de jogo de Telê: A harmonia entre resultados e futebol bonito 

O que realmente destacava Telê Santana como treinador em seus times era sua habilidade em combinar resultados expressivos com um futebol vistoso e atraente. Seu comprometimento com o “futebol arte” e sua crença na beleza do jogo fizeram dele um dos técnicos mais influentes da história do futebol brasileiro.  

O legado de Telê: Inspiração para gerações futuras 

O impacto de Telê Santana transcendeu fronteiras e gerações. Seu estilo de jogo e abordagem influenciaram não apenas técnicos brasileiros, mas também treinadores de futebol ao redor do mundo. Nomes como Pep Guardiola, Abel Ferreira e Fernando Diniz admitiram ter se inspirado, ao menos em parte, em suas ideias e filosofia futebolística

Se hoje a imagem daquele time de 1982 ficou marcada tão forte no imaginário popular, a ponto de virar o símbolo máximo do que se espera do time do Brasil, muito disso é graças a Telê.  

Aprende Junto

É hora de conhecer o Aprende Junto, a plataforma de ensino exclusiva do Joga Junto, que vai te ensinar a apostar de maneira mais estratégica.  

Quer saber mais? Acesse!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *