Por que os clubes brasileiros estão dominando a Libertadores 

Clubes brasileiros tem dominado a libertadores devido a poderio financeiro, aumento no número de vagas e talento abundante. Entenda o motivo

Nos últimos anos, os clubes brasileiros têm dominado a Libertadores da América, o mais importante torneio continental da América.  

Depois de décadas de desinteresse, o país despertou para a competição após o bicampeonato do São Paulo, nos anos 90, e de lá para cá foram 29 edições, sendo mais da metade com campeões brasileiros: 15. Nas últimas 4 edições, novamente só clubes brasileiros levantaram a taça. Mais especificamente dois: Flamengo (2019 e 2022) e Palmeiras (2020 e 2021).  

A demonstração do tamanho da força do futebol nacional em relação ao de nossos vizinhos pode ser ainda mais ressaltada quando observamos que, dessas quatro edições, três foram finais só com times brasileiros: Palmeiras x Santos em 2020, Palmeiras x Flamengo em 2021 e Flamengo x Athlético Paranaense em 2022. À exceção foi 2019, quando o rubronegro carioca venceu o River Plate.  

O domínio do Brasil na Libertadores tem, sim, a ver com o maior interesse dos clubes pela competição, mas os motivos não param por aí. São muitas as razões que poderiam explicar o distanciamento cada vez maior dos clubes do país e seus vizinhos, como: 

  • Poderio Financeiro: as crises nos países vizinhos, sobretudo na Argentina, desvalorizaram as suas moedas. No Brasil, os salários e o dinheiro reservado para contratações são maiores, o que por si só ajuda a atrair atletas e técnicos melhores.  
  • Aumento do número de vagas: Atualmente, o Brasil pode conseguir até 9 vagas no torneio continental. O acréscimo de lugares para os times nacionais, aliados a sua força e competitividade, aumenta ainda mais a chance de títulos para os nossos clubes.  
  • Talento abundante: o Brasil, com mais de 200 milhões de habitantes e uma longa tradição no futebol, sempre foi considerado terreno fértil para o surgimento de grandes craques. Talvez isso sozinho não fosse o suficiente para garantir tamanha dominância no cenário continental, mas somado aos outros dois fatores acima mencionados, pode ser que este ponto seja ainda mais potencializado.  

O futebol brasileiro de clubes tem se distanciado cada vez mais em relação aos nossos vizinhos, e a expectativa é de que essa dominância só cresça nos últimos anos, já que os times de fora não demonstram contar com alguma estratégia sólida para diminuir essa disparidade. Com a Copa Libertadores da América começando a sua temporada de 2023 com 7 clubes brasileiros, a probabilidade de um campeão sair novamente de terras tupiniquins parece cada vez mais real.  

Aposte no Joga Junto

Gostou desse conteúdo? Então aproveite e visite o Joga Junto e se divirta com apostas esportivas, jogos de cassino e muito mais. Joga Junto, nossa aposta é você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *