Os tabus da UEFA Champions League

Tradições, Maldições e Azarões que Envolvem o Maior Campeonato do Mundo

Taça da Uefa Champions League

Taça da Uefa Champions League

A UEFA Champions League é uma competição que atrai olhares de todo o mundo. Considerada por muitos como o maior campeonato de futebol, reúne potências esportivas europeias e entusiasmados torcedores dentro e fora do continente. Desde sua criação em 1955, a competição se tornou uma tradição esperada, onde os grandes nomes do futebol são desafiados a corresponder à reputação da disputa.

No entanto, a Liga dos Campeões não é apenas um palco de glórias. Existem tabus que persistem ou já foram quebrados, envolvendo técnicos, jogadores e times que participam do torneio. Apesar de serem considerados referência em relação aos demais clubes, eles não estão imunes a períodos de jejum, derrotas consecutivas e assombrações do passado. Vamos explorar algumas das principais “maldições” vivenciadas por essas figuras do futebol, revelando que, mesmo tratando-se de equipes de alto desempenho, todas são suscetíveis às peculiaridades do esporte.

Campanhas (quase) Perfeitas

Na temporada 2019/2020, o Bayern de Munique conquistou muito mais do que o título da Champions League e conseguiu 100% de aproveitamento ao longo do torneio. Com uma sequência de vitórias e 42 gols marcados, o Bayern celebrou uma conquista que nunca havia sido alcançada.

O Milan foi a equipe que mais se aproximou dessa conquista histórica na temporada 1992/1993, quando a Champions era disputada por apenas dois grupos de quatro times. No entanto, sua trajetória quase perfeita foi interrompida na final, quando perdeu por 1 a 0 para o Olympique de Marselha.

Ao longo dos anos, outras equipes igualmente idolatradas também foram incapazes de conseguir essa marca, como o PSG em 1994/1995 (derrotado pelo Milan), o Spartak Moscou em 1995/1996 (derrotado pelo Nantes), o Barcelona em 2002/2003 (derrotado pela Juventus), o Real Madrid em 2011/2012 (derrotado pelo Bayern de Munique) e em 2014/2015 (derrotado novamente pela Juventus).

A Resistência da Itália

Após um longo período de 17 anos, três equipes italianas – Milan, Inter de Milão e Napoli – chegaram às quartas de final da Champions League na edição de 2023/2024. Embora nenhuma equipe italiana tenha conquistado o título desde 2010, esses times buscam reverter essa situação e trazer o prestígio de volta ao futebol italiano.

Uma Maldição Croata vencida pelo Manchester City

O Manchester City e seu renomado treinador, Pep Guardiola, enfrentaram uma maldição relacionada à Croácia. Desde 2013, nenhum clube sem um jogador croata em sua equipe conquistou a tão cobiçada “orelhuda”. Exemplos marcantes incluem o Bayern de Munique com Mario Mandzukic e Ivan Rakitic, e o Barcelona com a estrela Luka Modric no Real Madrid, nas temporadas de 2014, 2016, 2017, 2018 e 2022. A ausência de jogadores croatas acabou sendo superada pelo Manchester City.

Barcelona x Lyon: Domínio Espanhol

Parece que o Lyon, clube de futebol originário da França, se tornou um verdadeiro “freguês” do Barcelona, da Espanha. Em oito confrontos disputados na Liga dos Campeões, como também é chamada, o time francês sucumbiu ao Barcelona em todas as ocasiões. Com cinco vitórias e três empates, o clube espanhol não se intimida diante do Lyon.

Os Países da Vitória

Desde 2005, apenas clubes de cinco países chegaram às finais da Champions League: Alemanha, Espanha, Inglaterra, França e Itália. Essas nações têm dominado a competição e mostram sua força quando se trata de chegar à final.

Juventus e sua sina

Apesar de conquistar os títulos nas temporadas de 1984/1985 e 1995/1996, a Juventus da Itália parece sempre fraquejar diante da vitória. O clube acumula sete derrotas em finais, ostentando o título indesejado de maior vice-campeão na história da Champions League. Entre os algozes da Juventus estão o Real Madrid, seu maior rival, com duas vitórias, Barcelona e Milan. O confronto contra o Milan foi particularmente cruel, com a Juventus perdendo nos pênaltis por 2 a 3, e o brasileiro Buffon defendendo o gol do time adversário.

Aprende Junto  

É hora de conhecer o Aprende Junto, a plataforma de ensino exclusiva do Joga Junto, que vai te ensinar a apostar de maneira mais estratégica.  

Quer saber mais? Acesse!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *