Baianinho de Mauá: conheça o fenômeno da sinuca brasileira

Ele era pedreiro e agora fatura até R$ 400 mil por partida de sinuca

Baianinho de Mauá, um gênio da sinuca

Baianinho de Mauá, um gênio da sinuca

Se você é um amante da sinuca, ou está antenado com os memes das redes sociais, certamente já ouviu falar do ícone brasileiro conhecido como Baianinho de Mauá. Com uma trajetória de vida inspiradora, esse jogador conquistou o coração dos brasileiros e o mundo da sinuca com seu talento inigualável. 
 
Nascido em 1968, na cidade de Mauá na Bahia, Josué Ramalho da Silva, o Baianinho de Mauá, começou a jogar sinuca aos 14 anos. Ele aprendeu o jogo observando jogadores mais experientes e treinando em mesas de bares da cidade.

Como começou a paixão pela sinuca?

Baianinho deu as primeiras tacadas ainda garoto. No interior da Bahia ele se dividia entre carregador de frutas e “jogador de sinuca”, e aos poucos, o esporte que ele tanto ama, foi se transformando sua profissão. 
 
O dinheiro que ganhava na feira viravam fichas de sinuca em bares espalhados por Paulo Afonso. Aos poucos, Baianinho começou a desenvolver habilidades no esporte, mas quem vê atualmente o melhor jogador do Brasil em atividade dificilmente imagina os percalços do início da carreira. 
 
A fama e a habilidade do garoto foram ganhando as ruas da cidade do interior da Bahia. Menor de idade, Baianinho de Mauá tinha “liberação” das autoridades locais para frequentar bares e jogar sinuca. Já que a sinuca sempre fora proibido para menores de idade. 

São Paulo, aí vou eu! 

A preocupação da mãe com a violência urbana fez Baianinho de Mauá se mudar da Bahia. Em busca de um trabalho formal, o jogador foi convidado pelo irmão para realizar um sonho em São Paulo: ser motorista. Josué desejava deixar o carrinho de mão e assumir o comando de um carro de verdade. Foi então que saiu da Bahia ir em busca da realização de seu sonho. 
 
Assim que chegou em São Paulo, começou a trabalhar com o irmão de ajudante de pedreiro, dirigindo uma carriola e fazendo massa. Mas quando recebeu seu primeiro salário já foi logo caçar um jogo de sinuca no estado mais rico do país. 

Da onde surgiu o apelido “Baianinho de Mauá”?

Josué, que ainda não era chamado de Baianinho de Mauá, ficou apenas o período de experiência trabalhando como ajudante de pedreiro. Foram três meses de trabalho formal em São Paulo antes de a sinuca virar o  

Quando seu talento começou a desfilar pelos bares o botecos de São Paulo, Josué nunca mais parou. Em duas horas de jogo, já tinha dobrado seu primeiro salário. 
 
Pessoas lhe perguntavam se ele era profissional e viviam gravando seus jogos. E foi aí que decidiu encerrar o contrato de servente e passou a se dedicar somente para a sinuca
 
Começou a jogar em Mauá, foi andando no ABC (Santo André, São Bernardo e por toda redondeza) e ganhando de todo mundo. As pessoas começaram a dizer: “Tem um Baianinho lá de Mauá que joga muito” e logo o apelido pegou. 

O bruxo da sinuca hoje em dia

No fim de 2022, Baianinho de Mauá faturou o maior prêmio da história da sinuca brasileira. Foram R$ 400 mil pela vitória sobre Felipinho, considerado outro grande nome da atualidade no esporte. Transmitida ao vivo, a partida durou mais de quatro horas e tem mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. 
 
O jogador tem explorado o mercado e abriu uma loja oficial com a venda de produtos assinados para a prática da sinuca. Um taco assinado por ele, por exemplo, custa pelo menos R$ 400. Baianinho de Mauá é o segundo jogador de sinuca mais seguido do mundo, com mais de 530 mil seguidores, atrás apenas do britânico Ronnie O’Sullivan.

Aposte no Joga Junto

Gostou desse conteúdo? Então aproveite e visite o Joga Junto e se divirta com apostas esportivas, jogos de cassino e muito mais. Joga Junto, nossa aposta é você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *